Séries

Novas temporadas de Atypical, The Good Place e Suits

24 de março de 2019 0
Katherine Heigl em Suits – fonte: US Weekly

Este texto comenta as novas temporadas de séries sobre as quais já eu já tinha comentado aqui.

“Atypical” trata de um menino autista, Sam Gardner (Kier Gilchrist), seus pais e sua irmã. Em sua segunda temporada, a série da Netflix consegue desenvolver com competência as histórias da mãe do garoto, Elsa (Jennifer Jason Leigh), do seu pai, Doug (Michael Rapaport) e de sua irmã, a linda Casey (Brigette Lundy-Paine): os três continuam adoráveis e irritantes ao mesmo tempo, ao contrário de Sam e do seu melhor amigo, Zahid (Nik Dodani), que são sempre adoráveis.

Parecia que o início da terceira temporada de “The Good Place” iria desandar tudo: nossos amigos Eleanor Shellstrop (Kristen Bell), Chidi Anagonye (William Jackson Harper), Jameela Jamil (Tahani Al-Jamil) e Manny Jacinto (Jason Mendoza) voltam da “outra vida” (o “bom lugar” é para onde eles foram depois de mortos) para fazer um curso de ética na Austrália – e  parecia que a série da Netflix estava começando a se levar a sério demais. Por sorte, isso logo ficou para trás e “The Good Place” logo voltou ao seu ritmo alucinado e divertidíssimo de sempre. Como se não bastasse, a temporada faz pensar enquanto faz rir: é possível ser realmente bom numa sociedade tão industrializada, tecnológica e globalizada como a nossa?  

O assunto mais recorrente da série “Suits” – série da USA Today transmitida por aqui pela Netflix – em suas sete temporadas iniciais era a tensão devida ao fato de que Michael Ross (Patrick J. Adams) poderia ser desmascarado por fraude, já que trabalhava como advogado sem sê-lo – ele sabia advocacia com profundidade e tinha memória fotográfica (decorava tudo o que lia). Na oitava temporada (só a primeira parte dela foi transmitida para cá – a segunda parte começou a passar nos Estados Unidos em janeiro de 2019), tanto Michael Ross quanto Rachel Zane (vivida pela atual princesa Meghan Markle) não são mais personagens da série que, surpreendentemente, parece mais interessante sem eles: os advogados Alex Williams (Dulé Hill) e, principalmente, Samantha Wheeler (a ótima Katherine Heigl), conseguiram substituir com brilhantismo aqueles que saíram.

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *