Suits

Suits
Séries
Suits
9 de setembro de 2018 at 14:26 0
Um engravatado chega num escritório de altíssimo padrão e joga uma pasta na mesa. O engravatado que já estava por lá pergunta para o que acabou de entrar: “como é que você entrou aqui?” Quem quer que já tenha assistido a alguns episódios das sete temporadas (quase todas com dezesseis episódios cada uma) da série “Suits” (do canal “USA Network”, retransmitida aqui pela Netflix) deve se lembrar de ter visto uma situação assim. Reconheço que a cena acima não parece muito estimulante: eu mesmo não estava muito animado com a série que a Valéria assistia aqui em casa, enquanto eu fazia alguma coisa ali por perto. Mas, no final da segunda temporada comecei a assistir aos episódios, e assistimos juntos todos eles até o final da sétima temporada – e, como se não bastasse, ainda vi os episódios do início, para completar o negócio. “Suits” gira em torno de uma empresa de advocacia em Nova Iorque (por mais que a série seja gravada praticamente toda em Toronto, no Canadá). Logo no início, um dos sócios da empresa, Harvey Specter (Gabriel Macht) está fazendo um teste para a contratação de um advogado e, por um acaso daqueles, acaba aceitando no teste Michael Ross (Patrick J. Adams), um rapaz brilhante e de memória fotográfica (ele decora tudo o que lê), que sabe direito com profundidade mas que não se formou por uma série de problemas pessoais. Harvey Specter acaba aceitando Michael Ross mesmo sabendo que ele não é formado, e esta fraude é um motivo de permanente tensão e acontecimentos durante a série. Mas, claro, “Suits” é muito mais que isso: tem o brilhante e infantil advogado Louis Litt (Rick Hoffman); a esperta secretária Donna Paulsen (Sarah Rafferty, amiga pessoal de Gabriel Macht, o Harvey Specter); a fria chefona Jessica Pearson (Gina Torres); e, claro, muitas brigas judiciais e chantagens – e, sim, muitas discussões sérias e sutis sobre ética. De todo modo, você pode ter ouvido falar em “Suits” apenas por causa da agora princesa Meghan Markle, mulher do príncipe Harry, que fez a técnica judiciária Rachel Zane nas sete temporadas exibidas até agora e que – por motivos óbvios – estará ausente da oitava, que já estreou nos Estados Unidos. (foto que acompanha o texto: USA Network)
Leia mais +