Duas biografias sobre o Buda
Religião

Duas biografias sobre o Buda

24 de setembro de 2018 0

A data escrita a mão na primeira página de “A vida do Buda”, de H. Saddhatissa (Zahar, 96 páginas) é testemunha de um fato antigo na minha vida: o início dos anos 80 foi a época em que eu era interessado em filosofias orientais – nessa toada, cheguei a ficar praticamente um ano sem comer carne, mas isto é tema para meu livro de crônicas chamado “Memórias”, e não para este texto.

O fato é que, na releitura, “A vida do Buda” mostrou-se um livro carinhoso e agradável, afetivo com a pessoa e com a filosofia do indiano Sidarta Gautama (ca. 563 a.C. – ca. 483 a.C.), chamado popularmente de Buda – o fundador do budismo.

Já a biografia “Buda”, de Sophie Royer (L&PM, 272 páginas) praticamente não toca na filosofia e nos ensinamentos do mestre: o intuito da biógrafa é contar a vida do Buda à luz dos textos canônicos do budismo – os mais próximos, no tempo, da época de Sidarta Gautama – e dos recentes achados arqueológicos. A técnica da autora de contar em capítulos alternados a vida do sábio e as correspondentes descobertas arqueológicas sobre os episódios de sua biografia, se por um lado deixa a leitura do livro pouco fluida, por outro ajuda a aprofundar o conhecimento sobre os acontecimentos narrados.

Dois livros muito bons, recomendados para quem quiser saber mais sobre a belíssima história do fundador do budismo.

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *