“Um grande garoto”, de Nick Hornby
Literatura

“Um grande garoto”, de Nick Hornby

26 de julho de 2018 0

Marcus é um garoto de 12 anos para lá de desajustado: sua mãe, separada, é depressiva e está sempre a um passo do suicídio; na escola, para a qual ele se mudou há pouco tempo, não conseguiu fazer amigos e apanha dos valentões; tem fama de maluco porque do nada começa a cantar na sala de aula; sua mãe só o faz ouvir sons que os jovens não ouvem mais, como Joni Mitchell e Bob Marley.

Will é homem de 36 anos que não precisa trabalhar porque vive de direitos autorais – seu pai compôs uma música de estrondoso sucesso, tocada aparentemente de maneira ininterrupta e em todos os lugares na época do Natal; ele é solteiro e arranja muitas namoradas, mas não tem a menor vontade de ter uma relação estável com alguma parceira; tem uma vida tranquila e adora cultura pop.

Estes são os dois principais personagens de “About a boy” (Penguin Books – a edição brasileira é da Editora Rocco, e o título é “Um grande garoto”, com 268 páginas), do escritor inglês Nick Hornby. Os capítulos do livro se alternam em todo o romance, um sobre o ponto de vista de Will, o seguinte sob o ponto de vista de Marcus.

Depois de viver um romance com Angie, uma mãe solteira, e ter adorado a experiência, Will resolve fingir que é pai solteiro – sendo que nunca teve um filho – para encontrar uma outra Angie. E é numa dessas procuras malucas por uma mãe solteira que Will acaba encontrando o desajustado Marcus: a inesperada relação entre os dois é o tema principal do livro.

Eu sempre fico meio dividido quando leio os romances de Nick Hornby: frequentemente os personagens e as situações são tão engraçadinhos (fofos mesmo) que eu me sinto lendo o equivalente literário de uma comédia romântica, dessas que a gente vê no cinema – não por acaso, boa parte de seus romances já serviram de base para filmes.

Por outro lado – ou até por isso mesmo que acabei de comentar – seus livros são de leitura extremamente prazerosa, e este “About a boy” não foge à regra.

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *