Texto antigo sobre dois DVDs de Morrissey
Música

Texto antigo sobre dois DVDs de Morrissey

1 de novembro de 2017 0

É interessante observar as diferenças existentes entre os dois DVDs com videoclipes de Morrissey lançados recentemente no Brasil pela EMI. Hulmerist mostra o cantor inglês no início de sua carreira solo (no final da década de 80/início da de 90), ainda sem uma banda de apoio fixa: isto acaba se refletindo nos clipes, já que, com exceção do de The Last Of The Famous International Playboys – em que ele canta secundado por todos os músicos que tocaram nos Smiths, menos Johnny Marr -,  nos vídeos desta coletânea Morrissey aparece sem instrumentistas (em compensação, são abundantes as cenas de fãs durante um show do cantor, como ele quisesse dizer: “neste momento são os fãs que mantém minha carreira viva”). No DVD Malady Lingers On a coisa muda completamente de figura. Neste, que engloba os clipes do período 91/93  – isto é, o segundo clipe do cd Kill Uncle (Sing Your Life), mais aqueles deYour Arsenal, além de dois singles “avulsos” (My Love Life Pregnant For The Last Time) – Morrissey já tinha definido sua banda de apoio, comandada pelos guitarristas ligados ao rockabilly Alain Whyte e Boz Boorer (que vieram a participar de todos os discos posteriores do cantor inglês, compondo inclusive as melodias). Esta consolidação da banda, importantíssima na carreira do cantor de Manchester, se reflete visivelmente nos clipes de Malady Lingers On, já que nele os instrumentistas aparecem – e com destaque.

Para o fã, na verdade, tanto faz comprar um ou o outro DVD (claro que, se possível, o ideal é ter os dois em casa): se Hulmerist tem é mais criativo, visualmente falando – é só lembrar das bruxas de Ouija Board, Ouija Board, do divertido clipe de Interesting Drug e do estranhíssimo de November Spawned A Monster  os vídeos de Malady Lingers On mostram quase sempre Morrissey e banda alegres e descontraídos: é uma seqüência de vídeos que parece feita especialmente para levantar o astral do espectador.

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *