nothing nowhere.

A.S.C.O
Música
A.S.C.O
21 de janeiro de 2018 at 11:17 2
A.S.C.O é um garoto de cerca de 23 anos que sempre sonhou em uma ter banda, e que começou a cantar para ajudar um amigo nos trabalhos da faculdade de produção fonográfica dele. Agora ele lançou “Remorso”, seu primeiro EP, cuja maior influência, confessa, é o nothing,nowhere. – nas letras, músicas e na capa do disco. O produtor oilcolor, que trabalhou com o nothing,nowhere., também produz algumas faixas do EP. E sim, aquele toque melancólico e belíssimo que encontramos na banda de Joe Mulherin também encontramos no EP do A.S.C.O. É lindo. Conversei pelo Messenger com o A.S.C.O – que não fala seu nome. Seu objetivo é trazer o estilo do nothing,nowhere. e de bandas semelhantes para o Brasil com a mesma qualidade dos originais. Ele não quer chamar a atenção pela pessoa dele, mas para o gênero – bem como o nothing,nowhere., aliás, banda de uma pessoa só que apenas recentemente revelou seu nome próprio. A.S.C.O não só sonha com a qualidade de produção – ele também sonha em ter sua discografia, fazer shows por aí. No início seu estilo era “emo/hardcore/violão”, e agora é “emo/rap”, que é o estilo com qual ele mais se identifica. (mais…)
Leia mais +
“hopes up”, do nothing nowhere.
Música
“hopes up”, do nothing nowhere.
8 de janeiro de 2018 at 21:08 0
É interessante comparar o vídeo de “clarity in kerosene" com o deste “hopes up”. Nos dois aparecem imagens amadoras de jovens garotas, em VHS. A diferença, porém, é ao mesmo tempo sutil e impressionante: no primeiro a garota parece rir da cara do garoto que está filmando; no segundo o clima é totalmente diferente: nota-se amor dela pelo rapaz que filma - as tomadas são tão apaixonadas que dá para adivinhar o sentimento dos dois namorados somente pelas imagens. (mais…)
Leia mais +
Meus discos preferidos: 7. “the nothing​,​nowhere. lp ” – nothing​,​nowhere.
Música
Meus discos preferidos: 7. “the nothing​,​nowhere. lp ” – nothing​,​nowhere.
22 de setembro de 2016 at 23:35 2
Acho que uma boa definição visual da misteriosa banda americana nothing,nowhere é  o clipe de “deadbeat valentine”. No início o vocalista canta e toca guitarra numa peça que parece ser um porão de uma casa: ele não olha para a câmera, que treme e fica boa parte do tempo atrás de uns pilares. Quando ele finalmente olha de frente, a luz é estranha, seu rosto fica assustadoramente branco e seus olhos parecem dois riscos negros. Tudo isto permeado com imagens e legendas do estilo da Fox News. O clipe dá uma sensação permanente de deslocamento, de algo estranho e fora de lugar. Nada, lugar nenhum. (mais…)
Leia mais +