Madredeus

Meus discos preferidos: 10. “Lisboa” – Madredeus
Música
Meus discos preferidos: 10. “Lisboa” – Madredeus
2 de agosto de 2016 at 11:34 0
Sempre que eu penso no álbum duplo ao vivo “Lisboa”, do grupo português Madredeus, de 1992, eu penso num ápice antes da decadência fatal. Sim, eu sei que é uma impressão injusta: “O Espírito da Paz”, de 1994 e “O Paraíso”, de 1997, são álbuns superiores a “Os Dias da Madredeus” (1987) e “Existir” (1990), cujas músicas servem de base a este monumental “Lisboa”. Mas eu vou tentar me explicar. “Os Dias da MadreDeus”, o primeiro álbum, espanta quem conheceu a banda nos discos seguintes pelo amadorismo das gravações e pela voz – como direi – inexperiente da espetacular Teresa Salgueiro: o fato é que, neste disco, ela parece outra pessoa cantando. Já no álbum seguinte, “Existir”, tudo é mais profissional e a vocalista do Madredeus já era a cantora que passamos a admirar então – e que teve uma carreira absolutamente irretocável até o lançamento de outro duplo ao vivo, “O Porto” (1998), mas esta é outra história. (mais…)
Leia mais +
Madredeus
Música
Madredeus
24 de Março de 2016 at 10:21 0
Uma linda mulher com uma voz potente e emocionante, dois violões, um sintetizador e um baixo acústico (o grupo não tem nenhum tipo de percussão, e na formação original não tinha baixo acústico - mas tinha violoncelo e acordeão), e todos os integrantes vestidos a caráter: o grupo português Madredeus impressiona pela música, pelas letras... e pelo visual. O estilo do grupo está praticamente na fronteira do popular e do erudito, graças às atmosferas criadas e à instrumentação utilizada. O som é extremamente original - uma releitura, uma modernização do fado português. As músicas são freqüentemente melancólicas, tristes mesmo, e a temática portuguesa da "saudade" é utilizada à exaustão. Interessante notar também que o Madredeus é considerado por muita gente uma música para relaxamento: quem sabe o grupo fosse até parente da new age music, se a interpretação não fosse tão intensa e apaixonada. (mais…)
Leia mais +
Meus discos preferidos em 2003 – primeira parte
Música
Meus discos preferidos em 2003 – primeira parte
17 de dezembro de 2015 at 12:32 0
1 . My Early Burglary Years – Morrissey Na verdade, a grande seqüência matadora do álbum (I'd Love To - Girl Least Likely To - I've Changed My Plea To Guilty - Michael's Bones) também é encontrada na reedição do álbum Viva Hate, de 1997 . Mas My Early Burglary Years ainda tem as pérolas Swallow on My Neck, Black-Eyed Susan, Jack The Ripper (ao vivo) e Reader Meet Author. E esta estranha coletânea, com lados B de singles e canções que já tinham saído em álbuns oficiais, ainda tem Boxers, minha música preferida (conforme comentei aqui). (mais…)
Leia mais +
O autógrafo
Música
O autógrafo
16 de junho de 2015 at 08:20 1
Do meu lado, no check-in do aeroporto de Cumbica, em Só Paulo, uma mala. Foi a primeira coisa que vi. Ela estava cheia de etiquetas, cada uma representando um aeroporto em uma diferente parte do mundo. O dono da mala era um português gordo, cansado, suado - meio desanimado de tanto viajar, acredito. (mais…)
Leia mais +
Madredeus na TV Cultura – Brasil
Música
Madredeus na TV Cultura – Brasil
14 de junho de 2015 at 07:54 0
Tenho (ou tinha, melhor dizendo) uma certa aversão por certo tipo de música "pseudo-intelectualizada", seja lá o que isto seja ou foi... A verdade é que volta e meia aparece algum sujeito em alguma emissora "alternativa", com alguns instrumentos esquisitos, arrogância infinita... e talento zero. (mais…)
Leia mais +
The Madredeus’ videos
Música
The Madredeus’ videos
13 de junho de 2015 at 07:33 0

Justifying the existence of this page...

This is not a very formal page. The page was made because I am a very proud collector of Madredeus's videos and I think that some comments of them would bring some different point of view in the excellent Corvinus' page. (mais…)
Leia mais +