Filmes assistidos recentemente
Cinema

Filmes assistidos recentemente

19 de novembro de 2017 0

Almas desesperadas (Don’t Bother to Knock, EUA, 1952), de Roy Ward Baker: Marilyn Monroe faz Nell, uma moça que vem do interior e é babá por um dia em Nova Iorque, graças à influência do seu tio – e nada dá certo. No seu primeiro papel importante, Marilyn é mais do que convincente no papel de uma moça desequilibrada.

Resgate em alta velocidade (Getaway, EUA, 2013), de Courtney Solomon: Brent Magna (Ethan Hawke) está sendo chantageado por um sujeito misterioso (Jon Voight) que sequestrou a sua mulher e o obriga a correr de carro que nem um doido pelas ruas de Budapeste para salvá-la. Kid (Selena Gomez) era a dona do carro que Magna tinha roubado (obrigado pelo sujeito misterioso) e lá pelas tantas tenta recuperá-lo, e acaba virando parceira do chantageado. Divertido, viu?

A Bruxa (The Witch, EUA, 2015), de Robert Eggers: já comentei aqui sobre esta obra-prima, e nesta primeira revisão as qualidades do filme ficaram ainda mais evidentes.

Garotas Perigosas (Spring Breakers, EUA, 2013), de Harmony Korine: Brit (Ashley Benson), Candy (Vanessa Hudgens) e Cotty (Rachel Korine) e Faith (Selena Gomez) vão até uma praia na Flórida para aproveitar festas com muitas drogas e sexo. Depois de uma festa particularmente pesada, as quatro são presas e têm a fiança paga por um traficante interpretado magistralmente por James Franco. Esqueça a imagem das garotas de biquíni que acompanha este texto, e que faz parte da divulgação do filme: Garotas perigosas é sombrio.

Adorável Pecadora (Let’s Make Love, EUA, 1960), de George Cukor: Jean-Marc Clement, vivido por Yves Montand, é um bilionário solteirão francês, radicado nos Estados Unidos, que sabe que vai ser feita uma comédia no teatro debochando de várias personalidades, inclusive dele. Ele vai até o tal teatro tentar interferir e acaba se apaixonando loucamente pela atriz principal da comédia, Amanda Dell, vivida por Marilyn Monroe. O melhor do filme é o charme dos dois atores principais, que ainda por cima estavam tendo um caso na época das filmagens.

Caso 39 (Case 39, EUA, 2010), Christian Alvart: os pais de Lilith Sullivan (Jodelle Ferland) tentam matá-la, mas a menina, de apenas dez anos, é salva por Emily Jenkins (Renée Zellweger), a assistente social responsável pelo caso dela. Com pena da garota, Emily leva Lilith para morar consigo, e é aí é que começam os problemas. Uma atmosfera permanente de terror num filme realmente assustador.

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *