“Uma Temporada no Escuro”, de Karl Ove Knausgard
Literatura

“Uma Temporada no Escuro”, de Karl Ove Knausgard

19 de Março de 2017 0

Enfim terminei de ler o quarto livro da série “Minha Luta”, do norueguês Karl Ove Knausgard, chamado “Uma Temporada no Escuro”, o último lançado no Brasil (Companhia das Letras, 496 páginas). Agora começa a agonia para esperar a tradução dos dois próximos, “Min kamp. Femte bok” e “Min kamp. Sjette bok” (nomes pegos na Wikipedia: segundo o Google Tradutor, simplesmente “Minha Luta. Quinto livro” e “Minha Luta. Sexto livro”).

O fato é que cada um dos quatro livros dele ocupam de 500 a 600 páginas, e são de leitura totalmente absorvente. Desde que comecei a ler a série do escritor norueguês, continuei lendo outros livros, é verdade. No primeiro eu dei uma parada de algumas semanas até retomá-lo; o segundo foi de leitura totalmente absorvente; o terceiro foi o que menos gostei, li lentamente até que acabei pegando o ritmo; com “Uma Temporada no Escuro” (que conta, basicamente, um ano inteiro em que ele passou no norte da Noruega dando aulas de ensino fundamental em uma pequena vila de pescadores ao lado de um fiorde), eu já tinha desistido totalmente de dar uma parada neste vício e utilizei boa parte do meu tempo livre para devorá-lo (odeio esta expressão, “devorar um livro”, aliás).

Enfim, já tentei me explicar por que Knausgard é tão bom. Quem sabe ninguém saiba o segredo de como o sujeito consegue manter seus milhões de leitores obcecados com suas histórias, tão detalhistas que descrevem um jantar em mais de cinquenta páginas.
Só o que eu quero saber é quando a Companhia das Letras vai lançar por aqui o próximo volume. E se eu vou ficar muito deprimido quando acabar de ler a série!

0

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *