História

“Manson”, de Jeff Guinn
História
“Manson”, de Jeff Guinn
12 de Janeiro de 2017 at 21:45 0
Segundo Jeff Guinn, o autor da brilhante biografia “Manson” (Darkside, 520 páginas), a persistência macabra da fama do assassino Charles Manson se deve ao fato de que ele e boa parte de seus seguidores ainda estão vivos, aparecendo na internet, presos e lutando por seus direitos à condicional. Do mesmo modo, o jornalista André Barcinski, no seu extinto blog no R7 (agora ele está no UOL) nunca entendeu o fascínio que este criminoso medíocre exerce sobre as pessoas. Discordo dos dois. (mais…)
Leia mais +
“A ditadura envergonhada”, de Elio Gaspari
História
“A ditadura envergonhada”, de Elio Gaspari
29 de Maio de 2016 at 04:11 0
O objetivo original de Elio Gaspari na publicação de sua história da ditadura militar brasileira foi contar os detalhes de como o presidente Geisel e seu chefe da Casa Civil, o Gal. Golbery do Couto e Silva, conseguiram desmontar o aparelho repressivo que possibilitou a tortura de opositores ao regime militar de 1964. (mais…)
Leia mais +
O Gueto de Varsóvia
História
O Gueto de Varsóvia
12 de Abril de 2016 at 08:28 0
O Gueto de Varsóvia foi um dos episódios mais tristemente célebres do Holocausto: não só porque representou a eliminação de um número muito grande de pessoas, como também pela inédita resistência judaica contra os opressores nazistas. (mais…)
Leia mais +
Joaquim Nabuco – Essencial
História
Joaquim Nabuco – Essencial
28 de Março de 2016 at 00:24 0
Consta que Caetano Veloso ficou tão impressionado com a leitura das obras de Joaquim Nabuco (1848-1910) que se inspirou nelas para gravar um disco inteiro com a temática do abolicionismo e da escravidão, “Noites do Norte”, lançado no ano 2000. Dá para entender: a leitura de textos importantes do abolicionista, reunidos pelo grande historiador Evaldo Cabral de Mello em “Joaquim Nabuco - Essencial” (Companhia das Letras, 626 páginas), é espetacular em todos os sentidos. (mais…)
Leia mais +
Claus Schenk Graf von Stauffenberg
História
Claus Schenk Graf von Stauffenberg
16 de Março de 2016 at 08:57 0
A resistência anti-nazista alemã dentro do exército
(mais…)
Leia mais +
Dois livros de John Lukács
História
Dois livros de John Lukács
10 de Março de 2016 at 17:41 0
O Hitler da História e O Duelo: Churchill x Hitler são dois extraordinários livros sobre o mesmo período, e escritos pelo mesmo autor - o húngaro radicado nos Estados Unidos John Lukács. As semelhanças, entretanto, param por aí. O Duelo: Churchill x Hitler (Jorge Zahar Editor, 241 páginas - cujo título original em inglês é somente The Duel) é um fascinante e detalhado relato dos 80 dias em que Hitler esteve mais próximo da vitória total na Segunda Guerra Mundial. Estes 80 dias vão de 10 de maio de 1940, com o que Lukács chama de Primeira Coincidência - no mesmo dia Churchill assume o poder e Hitler inicia a ofensiva contra a França - até 31 de julho, o dia em que Roosevelt decide apoiar a Inglaterra e Hitler comunica a seus generais que vai invadir a Rússia. Lukács descreve paralelamente a enorme dificuldade que a Inglaterra teve nesse período e a incrível seqüência de vitórias alemãs. A França é vencida no final de maio e os Estados Unidos estavam extremamente relutantes em entrar na guerra. Hitler desejava a todo o custo um acordo de paz com Churchill - a proposta do Führer era a seguinte: a Inglaterra cederia a Europa ocidental ao alemães mas, em troca, teriam seu império intocado. Nestas circunstâncias, a resistência do primeiro-ministro inglês foi muito mais difícil e a vitória alemã muito mais próxima do que comumente se imagina. Ao contrário da antiga idéia estabelecida, Lukács defende que Hitler não desejava invadir a Rússia e nem achava o Lebensraum (*) tão profundamente importante para os alemães. Segundo o autor de The Duel, o ditador nazista só invadiu a Rússia para forçar a Inglaterra a assinar a paz, já que seria improvável que Churchill continuasse lutando contra uma Alemanha senhora de toda a Europa e de toda a Rússia. (mais…)
Leia mais +
Conferência de Wannsee
História
Conferência de Wannsee
5 de Fevereiro de 2016 at 15:03 0
Centenas de milhares de judeus, principalmente na União Soviética, já tinham sido assassinados em 20 de janeiro de 1942. Entretanto, esta data é um marco: o nacional-socialismo, que já era uma das ditaduras mais cruéis da História, a partir de então passa a patrocinar o espetáculo mais dantesco de todos os tempos, algo que envergonha a humanidade até hoje, não importando se a pessoa é nazista ou não. (mais…)
Leia mais +
A noite dos longos punhais
História
A noite dos longos punhais
5 de Fevereiro de 2016 at 14:57 0
o que e quando De 30 de junho a 2 de julho de 1934 a Alemanha viveu sua “Noite dos Longos Punhais”, o primeiro grande expurgo do Regime Nazista. (mais…)
Leia mais +